O que é Psicoterapia?

21/02/2014 11:33

PSICOTERAPIA é o método de tratamento realizado pelo psicólogo clínico, com o objetivo de reduzir ou remover um problema, queixa ou transtorno de um paciente que deliberadamente busca ajuda. A psicoterapia traz à pessoa, ao longo do tempo de trabalho, uma maior possibilidade de reflexão e de consciência em relação a si e a sua própria vida. Suas escolhas passam a ser feitas de forma mais consciente e refletida e ela passa a adquirir uma maior capacidade de se autoperceber, podendo refletir sobre seus próprios sentimentos e percepções. A psicoterapia auxilia o paciente a encontrar recursos em si mesmo para dar conta da realidade e suas angústias, podendo viver de forma mais livre e criativa. 

No início chamada de cura pela fala, teve suas origens na medicina antiga, na religião, na cura pela fé e no hipnotismo. Ao final do século XIX passou a ser utilizada no tratamento das "doenças nervosas e mentais", tornando-se uma atividade médica inicialmente restrita aos psiquiatras. Durante o século XX, outros profissionais passaram a exercer a psicoterapia: psicólogos, médicos clínicos, enfermeiros, assistentes sociais, entre outros, ultrapassando a fronteira do "modelo médico". Muitas escolas com diferentes modelos e métodos surgiram, especialmente no pós-guerra, organizando-se e promovendo congressos, cursos de formação, estabelecendo regras para a prática. A partir da década de 60, pesquisas de grande porte foram realizadas, como o Projeto Menninger e outros, com a finalidade de comprovar a efetividade das diferentes modalidades de terapia. Hoje existem mais de 10 mil livros e milhares de artigos científicos relatando pesquisas realizadas com o objetivo de compreender a natureza do processo da psicoterapia e seus mecanismos de mudança. ¹

O que norteia a prática do psicólogo clínico durante a psicoterapia é o objetivo de ajudar as pessoas a conviver melhor com seus conflitos e dificuldades, além de auxiliá-las a se conhecer melhor, refletindo sobre suas próprias escolhas e tomadas de decisões.

Sigmund Freud descobriu que o interior do homem é habitado por uma série de sentimentos e de desejos que ele e sua consciência desconhecem por completo. Estes sentimentos, desejos e fantasias desconhecidos do próprio homem permanecem no que ele chamou de “mente inconsciente” e só podem ser acessados por meio dos sonhos e da análise dos sintomas. Quando uma pessoa chega ao consultório de um psicólogo queixando-se de um sintoma ou lhe fazendo uma queixa, na verdade, ela não sabe realmente o que se passa com ela, e só tem acesso à ponta do iceberg, que é o que ela sente, mas o poderoso jogo entre forças repressoras e o conteúdo reprimido não pode ser acessado, porque tudo isso permanece em seu inconsciente. ²

E é exatamente aí que poderá atuar o psicólogo, este profissional habilitado a transformar a linguagem do inconsciente em algo consciente para o sujeito. Com este trabalho, a pessoa vai podendo ampliar sua consciência sobre si mesma e conquistar um sentido de vida mais autêntico e criativo. ²

Texto inspirado em:

 
¹Cordioli, A.V e colaboradores. Psicoterapias, abordagens atuais. Artmed. 2012.
²Martinez, A.L. O divã no dia a dia: crônicas do cotidiano sob o olhar da psicanálise. Ield, 2013.
 
 

Sophia E. Vieira - Psicóloga 


sophiaeugenia@gmail.com

 

CRP 06/110685

Aqui você encontrará textos sobre Psicologia e Psicanálise aplicados à vida cotidiana, abordando as angústias, dores e delícias do ser e viver. 

Inicialmente, este site havia sido direcionado à Psicologia Clínica, mas sua configuração já não mais obedece esta premissa. O gosto pela escrita e o desejo de partilhar ideias são o que motivam esta página.

Bem-vindo!

Artigos

26/01/2017 20:30
Desde que vivenciei pessoalmente a maternidade, a mim pareceu que tudo a minha volta se referia a...
22/03/2015 09:49
*texto originalmente publicado na Revista Compartilhe (Pirassununga, março, 2015) O advento da...
14/09/2014 16:01
Todos nós, em algum momento da vida e em algum nível, já sentimos ciúme ou inveja. Ambos são...
28/06/2014 19:47
A etimologia da palavra solidão se refere ao elemento “só” que vem do latim solus e...